MAIS DE 5000 VISITANTES CONHECEM OS NOVOS NEGÓCIOS DO MUNDO RURAL

Decorreu nos dias 13, 14 e 15 de julho na Alfandega do Porto, a Feira “Norte Empreende – Sabores e Saberes Rurais”, que reuniu 120 empreendedores da região norte, apoiados através do projeto EMER-N, Empreendedorismo em Meio Rural da Região Norte.

A Feira Norte Empreende, permitiu trazer á grande cidade o que de melhor se faz no mundo rural, onde 120 empreendedores oriundos dos diferentes municípios do Norte, puderam apresentar os seus negócios, produtos e serviços, que vão desde as atividades mais tradicionais, como os produtos locais, o artesanato, a gastronomia, o turismo, até projetos de biotecnologia, têxtil e moda.

Em paralelo com a feira decorreu um interessante programa de seminários e jornadas técnicas, onde foi possível apresentar os principais resultados alcançados com a implementação do projeto EMER-N, apresentar algumas ideias para o desenvolvimento económico das regiões do interior e abordar algumas das principais questões técnicas com que os empreendedores se deparam no seu dia-a-dia, para dar impulso aos seus negócios.

No dia 13 de julho o Seminário “Estratégias de Desenvolvimento para os Territórios do Interior”, dividido em 2 painéis, em que no 1º foram apresentados os resultados do Projeto EMER-N, Empreendedorismo em Meio Rural, que já permitiu criar mais de 200 novas empresas, e apoiar a criação de perto de 500 novos postos de trabalho, alavancado um volume de investimento na ordem dos 20 milhões de euros. O Painel 2 sobre as “Estratégias para Desenvolvimento do Interior” reuniu na mesma sala para debater e apresentar propostas de desenvolvimento para o Interior, o Professor Luís Braga da Cruz (ex-Ministro da Economia), o Professor Luís Valente de Oliveira (ex-Ministro do Ordenamento e Planeamento do Território), o Professor Luís Leite Ramos (Investigador da UTAD em questões de ordenamento) e o Dr. José Manuel Fernandes (Deputado do Parlamento Europeu). Este painel foi moderado pelo Jornalista Dr. Júlio Magalhães. Da discussão ficou claro, que o desenvolvimento do interior passa por uma base de crescimento económico.

A abertura formal da feira contou com a presença do Senhor Secretário de Estado Paulo Alexandre Ferreira, em representação do senhor Primeiro-Ministro, que além de evidenciar a importância do evento procedeu à visita do mesmo, tendo a oportunidade de interpolar todos os expositores presentes.

No dia 14 de julho, foram realizadas as jornadas técnicas, que abordaram os temas: Financiamento e Investimentos; Mercados Digitais vs Mercados Tradicionais; rotulagem de Produtos; I & D em Meio Rural. Visite www.rootandriver.com/ para mais informações. Estas jornadas contaram com uma participação interessante de empreendedores, tendo ainda sido possível realizar “meeting points”, onde os empreendedores presentes puderam contactar uns com os outros, trocar experiências e estabelecer parcerias económicas.


Durante a feira, além da possibilidade de conhecer, provar e comprar os produtos expostos, existiu também um espaço de restauração a onde os visitantes poderem recuperar as forças depois de percorridos os 2.000 m2 de exposição. Os três dias foram abrilhantados por vários grupos músicas.

No dia 16 ocorreu o encerramento que contou com a presença da Senhora Secretária de Estado da Industria Ana Teresa Lehman, que sublinhou o carater inovador da iniciativa, enalteceu o trabalho em rede e perspetivou a importância de solidificar a cooperação entre os vários parceiros do projeto, tendo em vista o apoio aos empreendedores na Região Norte.

Decorrido 3 dias de exposição em que os visitantes puderam além de conhecer os novos negócios para o mundo rural degustar e comprar produtos singulares, o saldo feita pela organização é bastante positivo, reflexo de mais de 5.000 visitantes, mas também das apreciações positivos que os expositores demonstraram, tendo manifestado a vontade de se realizar uma futura edição.

A Feira “Norte Empreende – Sabores e Saberes Rurais” é uma das atividades do projeto EMER-N que resulta de uma parceria de 15 entidades, das quais 2 Associações Empresariais (In.Cubo e IET – Instituto Empresarial do Tâmega), 3 Instituições do Sistema Cientifico e Tecnológico Nacional (UTAD, Instituto Politécnico de Viana do Castelo e Instituto Politécnico de Bragança) e 10 Associações de Desenvolvimento Local (Ader-Sousa, Adrat, Adritem, Adrimag, Atahca, Adriminho, Corane, Desteque, Dolmen e Douro Superior), financiado pelo Programa Operacional Regional NORTE 2020, através do FEDER.